Laboratorio Tiezzi

 

O que Fazemos

Nossas Especialidades
bt_bb_section_bottom_section_coverage_image
MARCADORES TUMORAIS

Os marcadores tumorais são utilizados para:

Rastreamento do Câncer

Se uma pessoa apresenta alto risco de desenvolver um câncer, o médico pedirá testes de alguns marcadores tumorais para rastrear o câncer, isto é, para verificar se há algum indício de que o câncer seja desenvolvido. Nestes casos, os marcadores tumorais agem como um alerta e o médico poderá saber se outros exames são necessários e quais exames deverão ser feitos. Os marcadores tumorais podem ajudar o médico a detectar o câncer em um estágio inicial, quando as chances de cura são bem maiores.

Diagnóstico do Câncer

Não é comum o médico pedir teste de marcador tumoral para diagnosticar o câncer. A biópsia é ainda o exame mais utilizado para o diagnóstico do câncer. Por outro lado, o nível do marcador tumoral na época do diagnóstico pode ajudar o médico a prever a evolução provável do câncer. Esta informação que o marcador tumoral fornece é importante para que o médico possa definir com maior precisão a melhor forma de tratamento a ser adotada.

Monitorar o Tratamento do Câncer

Basicamente esse é o uso mais comum que se faz dos marcadores tumorais. Os marcadores tumorais são regularmente dosados durante o tratamento com o objetivo de avaliar se o mesmo está funcionando e se está sendo ou não adequado. Quando um tratamento está sendo monitorizado, dizemos que se trata de um exame seriado. O médico compara esses resultados com o nível do marcador tumoral no início do tratamento. Se o câncer estiver respondendo ao tratamento, os níveis do marcador tumoral quase sempre diminuem. Se os níveis aumentam, isso pode indicar que o tratamento precisa ser modificado.

Detectar Recidivas

Um outro uso comum dos marcadores tumorais é para a detecção do reaparecimento do câncer. Exames de seguimento realizados regularmente podem ajudar o médico a detectar um possível retorno do câncer antes do mesmo aparecer no exame físico ou em outros tipos de exames, como: raio X, tomografia computadorizada, ressonância magnética. Quanto mais rapidamente a recorrência for detectada, mais fácil e eficaz será seu tratamento.